Universo em uma bolha – Bruna Morgan

cardcaptor sakura GIF by Funimation

Realmente se torna um universo tão único que ele se expande de forma tão poética e sentimental que atravessa e atinge milhares de pessoas dessa internet. Esse é o universo de Bruna Morgan com o seu Universo em bolha de tinta.

Falar de pessoas que são inspiradoras e sinceras no que fazem é sempre gratificante pra mim e para a comunidade artística.  Tirinhas e histórias em quadrinhos que abordam depressão, crises existenciais, coração partido, desânimo e ansiedade, mas de um jeito tão colorido e kawaii que parece que você está mascando um bubbaloo!

1


Fale um pouco sobre você, o que está lendo, jogando, algumas manias, filme pra indicar, curiosidade abra seu kokoro!
Eu tenho dois gatos, meu cabelo é rosa há mais ou menos três anos e não penso em mudá-lo agora. Tenho mania em começar projetos, quando ainda nem terminei os pendentes. Eu sou bem tímida pessoalmente e tenho poucas habilidades sociais, mas estou trabalhando nisso.
Tenho depressão e ansiedade há alguns anos, e a arte tem sido a forma que encontrei para me manter estável emocionalmente e psicologicamente.
Eu gosto de colocar muitas cores vivas nos meus trabalhos, justamente porque falo sobre sentimentos ruins e tristes. Cores vivas e coisinhas fofinhas quebram um pouco o impacto dos desabafos que escrevo nas tirinhas, essa tem sido a combinação que está dando certo na minha vida artística.

4
Sabendo que é uma artista multifuncional, escritora, ilustradora, quadrinista, kpopeira… por que a escolha principalmente da ilustração para passar sua mensagem? Como se sente quando passa todas as suas ideias para o papel?

Gosto muito de misturar cores, e eu as enxergo como sentimentos, então me imagino desenhando e colorindo como se estivesse harmonizando as coisas que tem dentro de mim. Teve um tempo em que eu só escrevia, e não era suficiente. Depois eu apenas desenhava, e ainda faltava algo. Por isso, eu misturo os dois hoje em dia.

Eu sinto um alívio e uma sensação de que tudo está bem quando consigo passar minhas ideias para o papel. É meu trabalho e também uma forma de terapia. Eu me sinto completa desenhando.


 

78
O projeto é um compilado de mais de 30 tirinhas sem contar as HQs, como você enxerga esse compilado todo do seu trabalho durante os anos? Você vê as mudanças que aconteceram revendo os seus trabalhos antigos?
Eu vejo uma mudança enorme de traço e produtividade. Hoje produzo mais desenhos do que antes, e tenho por enquanto um traço que as pessoas podem identificar ao olhar para um trabalho meu. Lógico que ainda tenho muito o que aprender e correr atrás, mas olhando para os desenhos antigos, sinto que a Bruna daquele tempo ficaria muito feliz se pudesse ver as oportunidades incríveis que estão surgindo por causa do esforço dela lá atrás. Todo o meu trajeto no mundo das artes tem sido experimental e de estudos, só no final de 2016 fui me aproximando do traço atual.

2
Rainha da BAD não atoa, como você se sente ajudando outras pessoas que estão passando por momentos complicados muitas vezes se abrindo para você? É tanta empatia que a pessoa tem. Como lida com isso?

Eu me emociono toda vez que alguém aparece dizendo que meus desenhos ajudaram a lidar com alguma situação ruim. Entretanto, eu fico um pouco triste em saber que tantas pessoas sentem as mesmas bads. Minha vontade é de abraçar todo mundo.
Eu tento ser receptiva, e gosto de ouvir as pessoas. É um momento muito sincero quando alguém abre o coração, e elas fazem isso comigo apenas por terem visto um desenho meu. É algo que dou muita importância!


Seu estilo é bem marcante, quais suas influencias e suas inspirações?
Obrigada! Eu gosto muito de rosa, roxo e amarelo, mas amo rosa principalmente, todos os meus desenhos tem algo rosa, mesmo que seja um detalhe. Também amo anime e desenhos animados dos anos 90.
Eu uso também muitas referências de coisas do meu dia-a-dia, momentos que captei, pessoas que já conheci.
O que eu mais uso é com relação à minha gata Sakura, que faleceu. O delineador gatinho e os olhos amarelos são por causa dela, me lembram uma estética felina.
5

Como é seu processo para criação das tirinhas? Tem algum ritual para? Música, alguma mania, café??
sakura card captors clamp GIF
Eu tenho um caderninho de ideias, às vezes tenho uma ideia no meio da madrugada, então vou lá e anoto. Mas quando é a hora de produzir, o meu ritual é mais ou menos isso: um copo de café (curiosamente, o café me relaxa, em vez de me acordar), uma playlist de lo-fi hip-hop, cabelo preso num coque, e meu lápis e caneta favoritos.
Eu tenho uma mania muito estranha de só conseguir desenhar com um lápis e caneta por vez, até eles acabarem. Minha caneta já está no finalzinho, não sei como será minha vida quando isso acontecer uhauha.

O seu trabalho mostra o feminismo e empoderamento, sempre foi assim? E como foi essa descoberta?
Eu me intitulei feminista faz apenas cinco anos, e uma das formas que usei para passar os ideais foi pelo desenho. Começou depois de um boom na internet, quando milhões de grupos só para mulheres surgiram, eu aprendi muito com todas que conheci.

Como você vê esse bum de artistas mulheres independentes dando as caras? Alguma dica para aquelas que querem se juntar o rolê?
Eu fico tão tão tão feliz! As mulheres sempre foram tão invisibilizadas, e no mundo das artes não é diferente. O espaço que estamos conquistando só foi possível porque mulheres no passado lutaram por nós. As artistas de hoje estão abrindo mais caminho para as artistas do futuro.
Eu tenho duas dicas:
A primeira é não desistir, muitas vezes vai dar vontade de jogar tudo para o alto, as coisas vão parecer que não caminham, tudo de ruim para te desanimar vai acontecer, e você não pode deixar que vençam. Lidar com arte no Brasil é complicado, e é mais complicado ser artista mulher.
Por isso, a segunda dica é: conheça artistas mulheres, faça amizade com elas, apoie o trampo delas, consuma a arte delas, troque experiências, façam trabalhos juntas, montem coletivos, se inscrevam em eventos de arte, se inspirem e se fortaleçam.
3
Yasmin Ferreira (@arteprayaya) e eu quando fomos colar lambes pela faculdade de belas artes da ufrj

O que os leitores podem esperar desse projeto?
É o meu primeiro projeto solo, mas que será em formato impresso, então as pessoas poderão enxugar suas lágrimas nos papéis! Brincadeira hauhua mas se quiser, pode.
Tem tirinhas e histórias em quadrinhos que já publiquei online, mas também tem muito material inédito que fiz especialmente para esse projeto! E pode apostar que vai deixar o coração bem apertado ❤.

Quem está apaixonado por essa entrevista? Agradeço pela entrevista lindona Bruna, o projeto já é um sucesso, e muito bacana ver aquela artista e amiga que está dando as caras ai e fazendo seus próprios rolês! aquele quentinho no kokoro <3!
sakura card captor GIF
E pra apoiar esse projeto que a Bruna está fazendo só acessar o link do projeto:
Bolha de tinta catarse e pode achar essa moça nas redes sociais aqui:
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s